ofplogo.gif (4994 bytes)   


DEPOIMENTO DO CHICO XAVIER 

       Eis o que disse o Chico: “... lembro-me de que num dos primeiros contatos comigo, ele (Emmanuel) me preveniu que pretendia trabalhar ao meu lado, por um tempo longo, mas que eu deveria, acima de tudo, procurar os ensinamentos de Jesus e as lições de Allan Kardec. E disse mais: - Se um dia, ele, Emmanuel, algo me aconselhasse que não estivesse de acordo com as palavras de Allan Kardec, eu devia permanecer com Kardec, procurando esquecê-lo

     (“Folha Espírita” – Edição Especial comemorativa dos 50 Anos de Mediunidade de Chico Xavier – pág.19), (grifo nosso)

      Grande contradição! E o resultado qual foi? O resultado foi que se criou um grande mito. Sim, uma coisa proibida!

      Qual foi a conseqüência desse disparate? Muito simples: a) para os roustainguistas, Allan Kardec também era adepto de Roustaing, e o Mestre não é consultado, para se saber se concorda ou não com isto; b) para Marlene Nobre e Carlos Baccelli, o Chico Xavier era a reencarnação de Kardec; e o Mestre também não é consultado; c) para muitos que se consideram  verdadeiros espíritas, a Umbanda continúa sendo Espiritismo, embora não seja Doutrina Espírita; e o Mestre não é consultado; d) nas instituições espiritas hoje em dia as preces de abertura e encerramento são feitas, invocando-se a Virgem Maria,  Mãe Santíssima, ao som da Ave, Maria! de Gounot; e o Mestre não é consultado... E por aí vai! Tudo é feito à revelia do grande Missionário lionês!

      E o movimento espírita segue em frente, completamente distorcido dos princípios ditados pelo Espírito de Verdade, que presidiu o advento do verdadeiro Espiritismo!...

     Enquanto isso, lá em Brasília, o Conselho Federativo Nacional da FEB, reunido em sessão solene sob a presidência do atual Papa, Nestor I, brada: “ - Hosana ao Advogado de Bordéus, o Dr. J. B. Roustaing!” E todos os presentes, genuflexos, exclamam com entusiasmo: “ – Aleluia! Bendito o Espírito do Regenerador, prometido por Roustaing!