ofplogo.gif (4994 bytes)BELO EXEMPLO A SER SEGUIDO


Professora tem alta e sai alegre do hospital.

Animada com sua recuperação, Andréa faz planos para o futuro.

A professora Andréa Lisboa Salgado, 33 anos, teve alta ontem do Hospital das Clínicas de Jacarepaguá, duas semanas após ter sido atropelada pela lancha Pimba Pimbinha, em Itacuruçá, e ter as duas pernas amputadas.

- Estou ótima. Hoje eu mesma fiz os curativos. Botei short porque não tenho vergonha de mostrá-los. Não me sinto uma coitada; sou uma pessoa normal, só não posso me levantar. Mas o médico já me liberou para começar a preparação para receber as próteses. Na semana que vem vou a Sorocaba, para uma avaliação - contou ela, referindo-se à clínica no interior paulista que doou o equipamento.

Na saída do hospital, parentes a esperavam com camisetas iguais à que ela vestia, com a mensagem: "Andréa Vitória, nós te amamos". A homenagem foi idéia de seu irmão, Alexandre.

Do hospital, ela foi para uma festa em sua homenagem na casa da madrinha de seu marido, Orlando Costa Salgado, 36 anos, no Recreio dos Bandeirantes, onde vai morar até adaptar-se às próteses, porque sua casa em Vila Isabel tem escadas.

- Não vejo a hora de cuidar dos meus filhos, dar comida, banho, puxar orelhas. É deles que vem minha força.

O encontro com as crianças, Orlando, 7 anos e Letícia, de 4, já no Recreio, levou Andréa às lágrimas. Depois, parentes e amigos se juntaram a ela numa oração, com a certeza de que, como na letra de uma de suas músicas preferidas, - "Lua de Cristal" – de Xuxa, não lhe faltará forças para prosseguir sua luta.

- Vou ter momentos difíceis, mas vou vencer. Qualquer dia estarei brincando, como no Carnaval. Quero voltar a fazer transporte escolar, cursar fisioterapia e abrir uma clínica especializada em próteses, para cuidar de quem está no mesmo estado que eu. Foi o que ela declarou à repórter Patrícia Alves, do jornal "EXTRA", (edição de 9 de novembro de 2003, pág. 15).

Como se vê, temos aí, na professora Andréa, um belo exemplo a ser admirado e seguido, de muita fé em Deus, de resignação, de esperança, de força de vontade, de desejo de superar suas dificuldades, virtudes que só se encontram em Espíritos Superiores em provação no mundo dos homens. E que provação!

Por outro lado, vimos também uma grande demonstração de solidariedade, por parte das pessoas que a homenagearam, e, sobretudo, da Clínica de Sorocaba/SP, que fez questão de fazer a doação da prótese, para a mais rápida recuperação da ilustre professora Andréa.

São exemplos assim que dignificam a Humanidade.

Nossos votos de muita paz, amor e esperança à professora Andréa e seus familiares. Que Deus os abençoe e os Amigos Espirituais a amparem sempre.

<<< Voltar