ofplogo.gif (4994 bytes)   


FEB CONVIDA PARA A DEFESA DA VIDA

                A FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA (FEB) mandou, via Internet, uma mensagem-circular a todos os espíritas e simpatizantes, convidando-os para participarem de mais um passo rumo ao respeito à vida humana. Como temos o hábito de responder às cartas e convites que recebemos, o que é um dever de todo cidadão bem educado, espírita ou não, mandamos à alta Direção da conceituada “Casa Mater” do Espiritismo no Brasil o seguinte e-mail, datado de 26 de agosto:

            “Prezados senhores, Dirigentes da FEB.

Residindo aqui em Niterói / RJ, não poderei participar da 3ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida, mas faço questão de parabenizá-los por essa brilhante iniciativa.

 Aliás, aproveito para dizer que sempre participei de eventos em prol da defesa dos direitos humanos.

Acho mesmo que é esse o papel social do verdadeiro espírita, que não pode, nem deve nunca, ficar de braços cruzados, vendo os fatos acontecerem diante de si.

O verdadeiro kardecista, seja para criticar o que acha que não está certo, seja para aplaudir o que considera correto, não pode nunca permanecer calado, escondido, omisso. Tem que falar, gritar, abrir o verbo, quando estiver na tribuna em seminários, simpósios e congressos; tem que escrever livros e artigos, fazendo críticas, apontando erros, dando sugestões, apresentando propostas; tem, sobretudo, que dar atenção e responder às cartas e mensagens que recebe. Os senhores não acham? Não concordam comigo? É claro que sim, pois são os dirigentes supremos do Movimento Espírita Brasileiro e sabem muito bem que Allan Kardec, nosso Mestre bem-amado, foi um grande polemista, como provam os artigos transcritos na Revista Espírita  e os diálogos que manteve com padres que viviam atacando o Espiritismo.

Aqui no Brasil, como os senhores sabem, o que mais tem havido, desde os tempos do Império, são manifestações, de alegria por vitórias alcançadas, mas também de indignação e protesto por atos arbitrários, intolerantes, e, sobretudo, anticristãos, por parte de pessoas, grupos e instituições que deveriam dar o exemplo de cumprimento dos deveres morais pregados por Jesus de Nazaré (o “Homem”, não o “agênere”, o “corpo fluídico” dos roustainguistas).

Pedimos, portanto, que aceitem nossos sinceros parabéns pela promoção da 3ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida Humana”.