ofplogo.gif (4994 bytes)   


CHICO XAVIER E A FEB ROUSTAINGUISTA

 

                O médium mineiro de Pedro Leopoldo/MG, desde a publicação do seu primeiro livro, - “Parnaso de Além Túmulo” -, em 1932, deixou-se tomar de amores pela FEB Roustainguista, para a qual “reverteu todos os direitos autorais”.            

                Mas, poderia ele fazer essa “doação”? Quem responde a esta pergunta é ele mesmo:  “ – O livro não é meu. É dos espíritos”. (Marcel, obr. cit. pág. 46)

                Temos que reconhecer que Chico deu uma resposta correta, porque, na verdade, os poemas que se lêem nessa obra, psicografada por ele, foram ditados por grandes vultos nacionais e estrangeiros. Chico foi apenas um instrumento, por sinal, um grande instrumento, a serviço da espiritualidade. Não foi o autor.

                Entretanto, o que se vê, comumente, hoje em dia, são médiuns promovendo tardes de autógrafos para angariar fundos com a venda de livros ditados pelos Espíritos, que são os verdadeiros autores. Triste e vergonhosa realidade!...